sábado, 15 de julho de 2017

Do Livro dos Destinos

PAPEL
Preocupa-se muito um papel antes de nascer.
Que papel ele terá no mundo?
Papel de embrulho, para escrever ou desenhar?
Causará boa impressão ou fará um papelão?
Será ele uma pasta, notícias de jornal ou decoração de uma parede?
Oh missão ingrata, se com tantas possibilidades for chamado de higiênico para viver na merda!


Fábio Roberto

2 comentários:

Nadine Granad disse...

Hahahaha...
Maravilhoso!
Quintana ficaria orgulhoso!

Fábio Roberto disse...

Ô LoKo!!!! kkkk Bjokas